Logo Parimpar
Instagram Parimpar
youtube-Parimpar
Linkedin-Parimpar
Facebook-Parimpar
Editor HTML Online
   

O giz da educação vol.8 nº. 2 (2022)
ISSN 2764-0477

 

É preciso estar de ouvidos e olhos atentos!!!

 

Bom dia, mas bom dia mesmo! Eu sou Madame Zapim e começa agora o seu, o meu, o nosso programa diário “Os astros no comando da educação”!

Outro dia os meninos aqui da Rádio comentaram sobre a estratégia utilizada por uma professora, de uma certa escola, ao abordar o tema sobre racismo estrutural. Dizem que deu até B.O, um horror. Mas façamos aqui uma reflexão sobre o ocorrido, eu tenho dito que o mês de abril ia dar o que falar, não é mesmo?! Aí eu pergunto para você, querida ouvinte, que me ouve com frequência:

- Será que a professora não tinha noção do nível de compreensão dos seus alunos?

Estou para dizer para vocês que não! É uma tarefa árdua para nós professores identificar a capacidade de compreensão dos nossos alunos. Basta reforçarmos a tese de que o processo cognitivo, ou melhor, de conhecimento é construído diariamente, um passo de cada vez. É lento e se não começarmos, ficará difícil querer que o outro compreenda algo do qual ele não tem conhecimento ou ainda, ficou sabendo por ‘ouvir dizer’.

Os profissionais da educação, de um modo geral, sofrem porque têm que cumprir as diretrizes curriculares. É osso!!! E aí, se os alunos não apreendem o que se ensina, o que fazer??? O problema é que hoje em dia ministrar conteúdos atualizados e focados nos segmentos sociais devidamente organizados, têm exigido um esforço sobre humano, de quem educa, para que não deslizem nas artimanhas da nossa língua, o português. Uma vírgula mal posicionada, um artigo desarticulado pode causar um dano enorme. A infração das regras de bom relacionamento e de respeito mútuo causam polêmica, desgaste na imagem e em alguns casos, até demissão.

Então querida ouvinte, antes de se arvorar em oferecer aos seus alunos novidades de conteúdo, chequem se eles estão aptos para discutirem e entenderem o que se pretende apresentar.

Se alguém quiser saber mais a respeito do borogodó que deu esse assunto, busquem no portal o globo, a notícia veiculada no dia 19 deste mês.

Queridas ouvintes, disse que teríamos novidades e temos. Vamos lá! Acessem o meu canal no Youtube. Clica aqui e ouça as previsões para o mês de abril https://www.youtube.com/channel/UCPzn0GGDvENPFKM8pIajVjg.

(“Roda a vinheta!”)

“Madame Zapim vai ajudar você, prezado ouvinte, na gestão dos problemas escolares nessa difícil fase pela qual estamos passando. Teremos novidades no ar, fiquem atentos!!!”

 

Patiluc

“Esta é uma obra de ficção. O uso de metáforas foi a maneira encontrada para contar as vivências da autora, ao longo dos seus mais de 25 anos na área da educação. Atualmente, ela atua como Empreendedora Cultural e mantém a crença de que educação também é sinônimo de cultura.”