Logo Parimpar
Instagram Parimpar
youtube-Parimpar
Linkedin-Parimpar
Facebook-Parimpar
Editor HTML Online
   

Curtinhas vol.10 nº.3 (2022)
ISSN 2764-0280

 

O batuque do coração às vezes segue em descompasso ...

 

Algo inédito aconteceu em abril de 2022 no Brasil, o carnaval chegou depois da semana santa. O batuque na rua não combinava com o movimento do posto de saúde da região, que estava abarrotado de gente. A moça responsável pela portaria gritava para um grupo de pessoas enfileiradas, distribuindo senhas de variadas cores, tudo de acordo com a gestão do posto:

- Gente, vamos organizar essa fila. Quem vai tomar vacina contra a COVID-19?

- Eu! Eu! Eu!!! Gritavam alguns idosos que ansiosos, aguardavam o momento de se imunizarem pela quarta vez.

- E contra a gripe?

- Nós aqui!

- Fiquem ao lado da turma da COVID-19.

- Quem tem consulta agendada? Organizem a documentação e formem uma fila lá dentro, no balcão à direita.

Daí a alguns minutos, como que por encanto, a latomia daquela moça ditando as mesmas orientações, isso porque ninguém mais respeitava a pretensa ordem ditada por ela, se reiniciava...

Até que de repente, a rotina daquele posto foi alterada. Uma mulher chega correndo e gritando:

- Acode aqui, acode!!! Tem um homem passando mal lá atrás na fila.

Aquele alvoroço todo e com muita dificuldade conseguiram acomodar aquele homem num banco, na recepção do posto. Nesse meio tempo, uma das atendentes chega e diz em um tom mais alto, na tentativa de facilitar a comunicação ali, naquele furdunço:

- Nossa! Chama o Doutor! Corre, corre... esse homem está tendo um treco. Parece uma convulsão! Chama o Doutor!

Foi preciso uma chamada de atenção para que a equipe se mobilizasse.

- Anda gente! Vocês estão esperando o quê?

Dois preciosos minutos se passaram até que o Doutor chegasse.

- Afastem-se todos, por favor! Ele está tendo uma crise convulsiva e vai passar, mas para isso preciso que me ajudem. Desafrouxem o cinto dele e vamos virá-lo de lado.

Alguns minutos e a crise passou. O Doutor então fez a anamnese ali mesmo.

- Qual é o seu nome?

- João.

- Sabe o seu endereço?

- Como? Respondeu João meio que sem compreender tudo o que estava ali se passando.

- Sente alguma dor?

- No peito! O Senhor é Doutor?

- Já sentiu isso outras vezes?

- Não Senhor. Minha mão está esquisita.

Ao sinal do Doutor, a equipe acionou a ambulância que não tardou a chegar. Ele ia direto para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Novamente a voz daquela moça organizando a fila retornou.

- Gente, vamos organizar essa fila. Quem vai tomar vacina contra a COVID-19?...

Patiluc