Logo Parimpar
Instagram Parimpar
youtube-Parimpar
Linkedin-Parimpar
Facebook-Parimpar

Curtinhas vol.7 nº.1 (2022)
ISSN 2764-0280

Que chuvarada!!!

 

Janeiro é de verão nas Minas Gerais, mas cadê ele que não o vemos??? O João Grilo, conhecido entregador de pães de uma das regiões administrativas de Belo Horizonte, outro dia viu seus produtos boiarem em plena Avenida Tereza Cristina.

- Acode aqui, perdi minha bicicleta!!! Gritava o João Grilo.

Não dava para socorrer a ‘possante’ (era como ele carinhosamente a chamava) do João Grilo porque o tempo estava quente, ou melhor ‘molhadoprá chuchu. A chuva caia sem piedade e a Avenida Tereza Cristina, mais uma vez, inundou. Era o Arrudas dizendo que está vivíssimo!!!

- Oh João, chora não! Acudiu um passante. Deus proverá!

- esperando Deus provê há um tempão! Fui só ali ó, entregar um pão e a chuva me pegou no caminho. Como é que eu vou fazer para vender o meu pão amanhã?

- João, disse uma outra voz que o ajudou a atravessar aquele aguaceiro, amanhã será um novo dia...

Antes mesmo do sujeito terminar a frase, o João emendou com outra choradeira:

- Vai sim! Vai ser um novo dia de mais dificuldades! Diz para mim como eu vou entregar os meus pães?

- Menino, viu o buraco no meio da avenida??? Tá cheio d´água!!! Jesus amado!!! E se alguém cair ali? Dizia outra pessoa que aproveitava a carona da marquise daquele sobrado que se equilibrava quase às margens do Ribeirão Arrudas, para fugir da chuva junto de outras pessoas, dentre elas o João Grilo.

- Oh Dona, respondeu o João Grilo, me desculpa mas eu preocupado mesmo é com a minha bicicleta. Como eu vou entregar os meus pães? Como?

- Nuuu!!! Olha á água!!! Santa Maria!!! O mundo parece que acabando, disse um menino que, ensopado, se achegou àquele oásis de esconderijo.

Umas quinze pessoas se espremiam naquele local quando a chuva foi amansando, ficava pachorrenta,ainda que a água não baixasse do ribeirão e aí o João Grilo, todo encharcado perguntou:

- E aí, como eu vou entregar os meus pães amanhã? Como?


Patiluc